Luis Lobianco, do Porta dos Fundos, fará peça sobre transexual brasileira morta em Portugal

Por Maria Luísa Barsanelli

Integrante do Porta dos Fundos, o ator Luis Lobianco está com uma nova peça, que estreia em 1º/3 no Centro Cultural Banco do Brasil do Rio.

O espetáculo “Gisberta”, dirigido por Renato Carrera, é baseado na história da transexual brasileira Gisberta Salce Junior, que há 11 anos foi torturada, durante vários dias, e morta por 14 adolescentes na cidade portuguesa do Porto.

Lobianco esteve em dezembro com “Porta dos Fundos “” Portátil” em Portugal e aproveitou a viagem para aprofundar a pesquisa de “Gisberta”.

Embarque

 

Rosanne Mulholland como professora Helena e Marcia de Oliveira como Graça em ‘Carrossel, o Musical’, que estreia em 20/1 no Teatro Santander (Giovana Cirne/Divulgação)
Rosanne Mulholland como professora Helena e Marcia de Oliveira como a personagem Graça em ‘Carrossel, o Musical’, que estreia no dia 20 de janeiro no Teatro Santander (Giovana Cirne/Divulgação)

Roupa nova A montagem do diretor Gabriel Villela para “Peer Gynt”, de Ibsen, retorna ao teatro do Sesi em 22/2 com mudanças elenco, já que parte dos atores irá integrar o musical “Roque Santeiro”.

Roupa nova 2 O papel de Solveig, antes vivido por Mel Lisboa, ficará com Helô Cintra. Nábia Villela será substituída por Luciana Ramanzini. E Luciana Carnieli, por Daniela Cury.

Nova roupa Também faz sua reestreia no mesmo teatro, em 25/1, a versão de Jô Soares para “Troilo e Créssida”, de Shakespeare. Mariana Melgaço será ‘stand in’ de Maria Fernanda Cândido e Dani de Lova, de Adriane Galisteu.

I Dreamed a Dream A nova montagem do musical “Os Miseráveis, que a produtora Time for Fun estreia em março no Teatro Renault, foi autorizada a captar R$ 14,9 milhões via Lei Rouanet.

Onde os Fracos não Têm Vez O cineasta, escritor e roteirista Caio Tozzi (de “Ele Era um Menino Feliz – O Menino Maluquinho, 30 Anos Depois”) estreia na direção e na dramaturgia teatral com o espetáculo “Vic Triunfo”.

Onde os Fracos não Têm Vez 2 A peça, sobre uma mulher, Victória (“Renata Bortoleto”), que dribla a morte três vezes, chega ao Viga Espaço Cênico no dia 3 de março.

Pequeno ato

 

Não sou apenas desejo e apetite; não me limito a ter inclinações. Sou muito mais que isto. Sou dotado de vontade racional. A vontade racional se determina segundo o seu conceito, ou sua substância, que é a liberdade pura. Todas as determinações racionais da vontade são desenvolvimentos da liberdade.

É um erro pensar que vontade e inteligência são compartimentos distintos no espírito e que sem o pensamento a vontade pode ter um caráter racional e ético.

Trecho de “Afinação I”, com texto, direção e atuação de Georgette Fadel. Inspirada na filósofa francesa Simone Weil, a peça está em cartaz no Sesc Ipiranga.